11 de abril de 2014

Ressaca Literária

Olá Amores, 



Como estão vocês? Saudades... S2

Bom, hoje eu trago aqui um tema que vem martelando minha cabeça a semana toda. Estou terminando de ler uma série maravilhosa e prevejo uma ENORME ressaca literária. 
Quem já não sofreu disso ao terminar um livro super foda? 
Eu já! Um montão de vezes... E é tipo assim nessa imagem aí... -->





Poxa, começar um livro novo quando ainda está sonhando com aquele outro é um tarefa dura e demorada. 
Saudades demais dos mocinhos, até dos vilões. Cara, é uma dor que só quem passa por isso entende. É quase como perder um membro da família, (risos). Tá, exagerei um pouco. Mas é por aí, viu?

E tem a primeira ressaca, eu acho que a gente nunca esquece.
A minha faz anos mas me lembro da história direitinho. Até hoje sinto saudades. 
Infelizmente esqueci autor e nome do livro ....




Pois é, bem assim. Triste isso. snif..

Mas eu me lembrei desse livro exatamente pela série que estou lendo atualmente. 
Série Matarana da Janice Diniz



Cowboys, baby. hehe

Eu lia muito livros de banca, aqueles Sabrina, Julia.... Tinha muitos desses. Adorava e devorava!

Vou contar um pouco do livro... É a história de um cowboy que participava do circuito de rodeio e esbarroou com a esposa de um amigo que faleceu, deixando para trás uma viúva e a filha de três anos. O lindo então decide tomar conta das meninas, apenas como amigo. Mas o destino reservava aos dois uma linda história de amor. (ai como eu queria ler esse livro de novo.) O cara cuidou e se apaixonou por ambas, eu tenho um fraco para cowboys durões. O lindo de tudo foi amor dele pela bebê. 
Ahhhh que saudade desse livro. 

E essa foi minha primeira de muitas. Será sempre marcante na minha vida como leitora. 

Creio que ainda passarei por várias.
 Adoro uma boa ressaca, resultado de um bom livro.

Bom, amores é isso. fiquem com Deus. E deixem aí qual foi sua primeira ressaca, ou a mais marcante. 

PS: Vou tentar postar as fases da ressaca literária. Acho que é um tema divertido. rsrsrs


Beijinhos...





Nenhum comentário

Postar um comentário