31 de outubro de 2014

Resenha - Mansion Rouge - Andréa Titericz



Olá amores,

Como prometido semana passada, aqui estou eu para mais uma resenha. O lindo de hoje é Masion Rouge da Andréa Titericz. Eu li esse livro tem um mês e meio mais ou menos, na verdade o devorei.

Mansion Rouge - O primeiro amor é sempre Agridoce
Autora: Andréa Titericz
Editora Literata
1º Edição 2014
★★★★★




Sinopse: A vida de Anna Moore sempre fora muito pragmática, a objetividade e eficiência eram as únicas coisas que importavam. Nada poderia abalar o mundo totalmente estruturado de Anna Moore, nada, exceto Jorge Rimes. Jorge Rimes era o problema na vida de Anna, mas um homem como este é um problema na vida de qualquer mulher que o cerque. Arrogante, inteligente e acima de tudo extremamente sexy, desestruturar corações era uma hobby do qual Jorge muito se orgulhava até que Anna abalou o seu mundo. Anna e Jorge viviam vidas com caminhos totalmente distintos até que um casamento frustrado, o despertar sexual, Mansion Rouge e um ninho de mentiras os colocam mais próximos do que poderiam imaginar. Entretanto um obstáculo surgiu que eles não esperavam... O amor! E este sentimento desconhecido tirou a sanidade da fria e objetiva Anna e derrubou o cinismo do descarado Jorge, perturbando suas vidas e sendo posto a prova pelo sabor amargo de traumas, segredos e mentiras. Será que a doce paixão que os consumia, seria suficiente para vencer todas as barreiras? Uma relação conturbada com emoções a flor da pele... Nada muito doce, muito menos azedo, simplesmente agridoce.

Anna Moore é diretora executiva de uma grande rede de hotelaria. Foi criada pelo pai quando a mãe abandonou a família. Anna é uma mulher fria e centrada, segue a risca os padrões de boa dama da sociedade Londrina. Prestes a se casar pensa que sua vida está onde sempre almejou, até que alguém lhe compra uma bebida. 

Jorge Rimes é um sedutor por natureza. Tanto em seu trabalho como na vida pessoal é despreocupado, toma como missão especial perturbar a Miss Glacial Anna. Em uma de suas noites de diversão se depara com um furacão ruivo e ele fica obcecado.

E pela segunda vez naquela noite, aquela ruiva atrevida dava as costas para ele. Ele a olhava hipnotizado, seu tornozelo suas pernas, seu bumbum voluptuoso, sua cintura fina e seus cabelos afogueados e selvagens. Gostaria  de estar com uma câmera fotográfica para que sua mente não pudesse apagar nenhum traço daquela boneca que mais parecia uma bruxa, enfeitiçando seu corpo e sua mente.

Anna encontra sua liberdade e sensualidade na luxuriosa casa Mansion Rouge e se depara o objeto do seu desejo ao alcance dedos. Em meio a fantasias deliciosas e sensuais a autora nos leva em uma aventura de egos, paixões e controle. 

O livro é muito bem escrito e narrado em terceira pessoa, isso nos da uma “visão” de tudo que acontece ao redor. Eu não tenho como descartar que Masion Rouge não seja um protagonista da história.  A casa é tão importante no enredo quanto os personagens.
Acho que a história quebra padrões que desenvolvemos a nós mesmo. Nos faz pensar  o porque de permanecemos na mesmice quando podemos inovar com coisas tão simples e com a pessoa que está ao nosso lado. Eu curti demais estar na cabeça da Anna e mal posso esperar para o livro do Fred.
Conheçam Mansion Rouge e encantem-se com a luxúria de realizar os seus desejos.

Aquela deusa de cabelos acobreados naquela posição durante aquele lindo êxtase ficaria marcado na sua mente para sempre. 

Espero que tenham gostado da resenha.

Para comprar o livro entre em contato com a autora. clique aqui

Beijinhos 

3 comentários

  1. Gisele, minha linda!!!!!
    Como não amar cada palavra escrita nesta resenha maravilhosa????????
    Adorei demais!!!!!! Muito obrigada mesmo!!!!
    Beijinhos no <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Déa, sua linda! Fico feliz que gostou!
      Foi feito com muito carinho.
      Bjs

      Excluir
  2. Ai, ai, ai, essas autoras nacionais viu.... desse jeito nunca vou conseguir guardar dinheiro, um livro melhor que o outro! Meninas, continuem assim, não me importo de não guardar o dinheiro, se for pra ter essas obras maravilhosas em casa <3 Mansion Rouge eu ainda não li, mas com certeza está na minha lista
    Beijinhos

    ResponderExcluir